TRANSGÉNICOS FORA DE CONTROLO EM TODO O MUNDO

2013/11/12
Contaminação da biodiversidade é caminho errado para o futuro

Lisboa/Munique - É hoje divulgado o primeiro relatório global sobre o alastramento incontrolável da contaminação transgénica em espécies como o milho, arroz, algodão, colza e até um choupo e uma gramínea.

Este problema já foi detetado em regiões e países como os Estados Unidos, Canadá, América Central, Japão, China, Austrália e Europa. Em muitos casos as plantas foram descobertas muito para lá dos terrenos onde estavam cultivadas. Em algumas regiões, os transgenes já passaram para as plantas selvagens.

Esta síntese documental é publicada no arranque da conferência internacional sobre coexistência entre agricultura transgénica e convencional que começa hoje em Lisboa e é patrocinada pela indústria, incluindo Monsanto e Pioneer. O Comissário Europeu Tonio Borg marcará presença através de vídeo, e a Ministra Assunção Cristas também falará na sessão de abertura.

"A coexistência entre a agricultura transgénica e a biodiversidade é uma miragem. A contaminação já chegou às populações selvagens e continua a espalhar-se: quem vai proteger os ecossistemas? Estamos perante um passo irreversível e insustentável e é a indústria que está a decidir por nós, com toda a ligeireza.", afirma Margarida Silva, da Plataforma Transgénicos Fora.

Há várias razões para a contaminação. Para além dos cultivos comerciais e dos campos experimentais de transgénicos, as quedas de semente viável durante o transporte de matérias primas para alimentação e rações são também uma fonte de poluição generalizada. As consequências não podem ser antecipadas com exatidão, e torna-se claro com este relatório que não se consegue prever como é que as plantas transgénicas vão interagir com as restantes.

"O Comissário Tonio Borg, que está atualmente a tentar forçar a entrada de mais transgénicos na União Europeia, devia ter consciência das consequências desta tecnologia à escala mundial", lembra Christoph Then, do Testbiotech, o instituto que produziu o relatório. "Precisamos de legislação que garanta que a libertação de transgénicos é bloqueada a não ser que que seja possível proceder à sua remoção sempre que necessário."

Um dossiê jurídico publicado recentemente pelo Testbiotech mostra falhas legais significativas. O princípio da precaução, tal como estabelecido pela UE, só pode ser implementado se houver mecanismos de remoção dos transgénicos em caso de necessidade face a uma eventual emergência ambiental. Falta clarificação jurídica e prática, o que significa um risco acrescido para as sementes de que depende o futuro de todos.

O relatório hoje publicado – Transgene escape: Global atlas of uncontrolled spread of genetically engineered plants – foi preparado com o financiamento da Fundação Gregor Louisoder Umweltstiftung, de Munique (Alemanha).

---

Ligações
Relatório: http://www.testbiotech.org/en/node/944
Dossiê jurídico sobre falhas da legislação europeia: http://www.testbiotech.org/en/node/915
Conferência internacional: GMCC13

 

anexoTamanho
PDF icon foradecontrolo.pdf239.57 KB

Gostaria de nos apoiar?

FALE CONNOSCO