Sem sementes limpas de contaminação não há escolha para ninguém

2010/05/09 - Um estudo divulgado hoje pela IFOAM (Federação Internacional para a Agricultura Biológica) concluiu que não é possível fazer agricultura livre de transgénicos se não se optar por manter as sementes isentas de toda e qualquer contaminação. Isto pode parecer óbvio, mas a verdade é que a Comissão Europeia está a discutir, desde 2004, a possibilidade de permitir alguma contaminação transgénica nas sementes comerciais vendidas para a agricultura biológica e convencional. Segundo o IFOAM a pureza das sementes é essencial, não apenas para permitir o real direito à escolha do consumidor, mas também para maximizar a segurança alimentar no caso de se vir a descobrir que um determinado transgénico em circulação tem afinal de ser retirado do mercado.

O estudo está disponível: Economic Impacts of Labelling Thresholds for the Adventitious Presence of Genetically Engineered Organisms in Conventional and Organic Seed

Gostaria de nos apoiar?

FALE CONNOSCO