Evolução do cultivo de transgénicos na União Europeia - I

O cultivo de transgénicos (milho e batata) na União Europeia desde a primeira autorização comunitária de 2004 (se clicar na imagem pode vê-la em tamanho maior).

A área cultivada com transgénicos em 2011 apresenta uma subida de cerca de 32 mil hectares em relação ao ano anterior. Esse aumento provém de dois países: Espanha, com uma subida de 29 mil hectares, e Portugal, em que o aumento foi de 3 mil hectares. Nos outros países - no total são apenas seis países que cultivam milho (Espanha, Portugal, Eslovénia, Roménia e República Checa; na Polónia também parece haver cultivo, mas potencialmente ilegal) - o cultivo estagnou e apresenta apenas ligeiras flutuações. No total a área cultivada na União Europeia é mínima: apenas 0,06% da área agrícola na UE está dedicada aos transgénicos. Entrentanto há seis países que continuam com proibições formais de cultivo: França, Alemanha, Áustria, Grécia, Hungria e Luxemburgo). Em 2010 começou na União Europeia o cultivo da batata Amflora, mas em 2011 a Amflora só foi produzida em 2 hectares na Alemanha e em 16 ha na Suécia. O futuro dirá se este aumento em 2011, o primeiro desde que o cultivo começou em 2005, se vai acentuar ou se não passou de um soluço. Está aqui disponível a fonte dos dados de 2009 a 2011. Pode consultar também a análise feita em 2009.

Gostaria de nos apoiar?

FALE CONNOSCO