Ciclo de Cinema: Como comer no séc. XXI?

Junho de 2010 - Neste início de século, a forma como nos relacionamos com o mundo está a ser transformada em todos os aspectos.

Vivemos concentrados em grandes centros urbanos com uma vida cultural abundante. Os centros comerciais oferecem-nos um sem número de opções onde gastar o nosso dinheiro, e parece ser isso que define o nosso conceito de qualidade de vida. As viagens de avião de baixo custo fazem parecer que estamos mesmo a viver numa aldeia global… Ao mesmo tempo, com a internet e os “gadgets” electrónicos, queremos estar sempre perto de tudo. Enquanto isso esquecemos a importância de algumas necessidades básicas, como a alimentação. Não sabemos, ou não queremos saber o que se esconde por detrás das prateleiras dos supermercados. Mas devíamos!

A agricultura moderna divorciou-se completamente da natureza e já é um dos maiores consumidores de energia e água, bem como causadora de poluição. A agricultura intensiva destrói a biodiversidade e contamina a terra com pesticidas e fertilizantes artificiais. A isso vem somar-se a contaminação biológica e outras ameaças da introdução de organismos geneticamente modificados.

As regras do mercado livre globalizado aplicadas ao sector estão a destruir o modo de subsistência de milhões de pessoas e comunidades ao redor do mundo. E o resultado final disso também é péssimo para nós consumidores. Os alimentos estão repletos de resíduos químicos que se acumulam no nosso corpo com potenciais efeitos graves para a saúde.

Que decisões individuais ou colectivas podemos tomar para mudar este rumo? Este ciclo de cinema pretende lançar algumas ideias. As sessões terão sempre lugar às 21h30 no auditório do Clube Literário: Rua Nova da Alfândega nº 22, no Porto. A entrada é livre.

24 de Maio de 2010

Filme “Quem alimenta o mundo?” (duração: 93 minutos)
Prova de produtos biodinâmicos da Quinta de Segade

31 de Maio de 2010

Filme “O futuro dos alimentos” (duração: 89 minutos)
Debate sobre agricultura biológica com Alberto Gomes, gestor da Naturocoop
Prova de produtos biológicos da Naturocoop

7 de Junho de 2010

Filme “Carne, uma verdade mais que inconveniente” (duração: 74 minutos)
Debate sobre alimentação vegetariana com Pedro Pereira, da Casa da Horta
Prova de produtos vegetarianos da Casa da Horta

14 de Junho de 2010

Filme “TranXgenia – A história da lagarta e do milho” (duração: 37 minutos)
Prova de produtos do Projecto Raízes
Debate sobre organismos geneticamente modificados com Johan Diels, da Plataforma Transgénicos Fora

Organização:
Movimento Pró-Informação para a Cidadania e Ambiente
Associação Campo Aberto
Plataforma Transgénicos Fora

Apoios:
Casa da Horta
Naturocoop
Clube Literário do Porto
Projecto Raízes
Quinta de Segade

Comentários

Isto não tem a ver com o post, mas é uma notícia que vi hoje:

"Banned GM maize sown in Germany"

http://news.bbc.co.uk/2/hi/world/europe/10254080.stm

Não sei como é que uma coisa destas acontece deste modo...

Estou com vocês, é primordial dar conhecimento a todos, pois acho que a maior parte das pessoas nem calcula o risco que se corre. Ainda acreditam, que se está no mercado é porque não há mal. Nem imaginam que já consomem OGMs há anos.
No meio de tanta coisa a fazer para bem da humanidade, considero este assunto prioritário.
Estou a tentar reunir mais algumas pessoas para me ajudarem na divulgação mais directa, de rua, etc.
Vamos ver se tenho companhia, porque sozinha é difícil as pessoas acreditarem.
Vivo em São Miguel, Açores e esta ilha já tem milho transgénico.

Ana Teresa Simões

Olá a todos.
Estive ontem presente na sessão e achei extremamente pertinente! Muitos Parabéns pelo trabalho que estão a desenvolver.
A partir de ontem sou um apoiante desta causa.
Tenho pena de só ter tido conhecimento de ciclo de cinema tão tarde!
Vou ajudar como puder (começando por recolha de assinaturas).
Um abraço,

Nuno C.

Gostaria de nos apoiar?

FALE CONNOSCO